Pedro Elias

Saltimbanco irrequieto e nómada citadino

Em criança, mudou oito vezes de casa e, em adulto, continua a saltarilhar terras de vários mundos com uma câmara na mão e, às vezes, com uma guitarra ao lado.

O Pedro nasceu na cidade de Coimbra em 1977, aprendeu a fotografar com o avô e a tocar com o pai. Estudou engenharia na universidade, mas cedo, ou nem tanto, percebeu que podia fazer da fotografia meio de sustento. Foi morar para Lisboa, tirou um curso no Instituto Português de Fotografia (IPF), estagiou no Público e tornou-se fotógrafo residente no Jornal de Negócios. Em 2011, largou o emprego, vendeu tudo aquilo que podia, e não podia, agarrou na câmara fotográfica e foi viajar pelo mundo.

Gosta mais de regressar a um sítio do que conhecer lugares novos e, por isso, procura desenfreadamente descobrir locais para poder regressar a eles. Sente-se atraído por cidades, pelo caos, por multidões – a natureza é aquilo por onde passa a caminho da próxima cidade – e as suas fotografias têm sempre pessoas, mesmo que elas não apareçam. Ele descobre-as sempre.

Em 2017, integrou a equipa de Líderes da Nomad.

Viagens com
Pedro Elias